A pele, é responsável pela sensibilidade tátil

O Universo é recheado de sons. Do estrondo do trovão à sutil respiração de A pele, o maior órgão do corpo humano e especialmente as mãos expressam intenções, acariciam, curam, confortam.

Diferentemente de todos os outros sentidos, o tato só é ativado quando tocamos o objeto. Milhares de células entram em ação para nos informar se é algo quente ou frio, áspero ou macio, fofo, seco, úmido.

Tocar outra pessoa pode ser fonte de sensações que remetem a valores como confiança e aconchego. Não é à toa que o mais tradicional cumprimento é o aperto de mãos.

Para desenvolver o tato, vale fazer coisas bem gostosas _ por exemplo, cafuné no namorado ou num animal. Sinta a espessura dos fios, a temperatura da cabeça. Vale também brincar de vestir-se de olhos fechados, reconhecendo as roupas pelo toque e só abrir os olhos na frente do espelho… Exercícios deste tipo intensificam nossa capacidade de sentir, ampliam o nível emocional que atribuímos oferecendo e sentimos recebendo o toque de alguém…

Matérias Relacionadas