O olfato nos informa a origem de cada coisa

O olfato é o único dos sentidos que tem conexão direta com o processamento de emoções e o armazenamento de memórias.

Perfumes ou odores são capazes de despertar sensações de alerta ou tranqüilidade, conforto ou incômodo. Além disso, o olfato nos informa a origem de cada coisa e está intimamente relacionado ao instinto de sobrevivência. Não raro “algo que não cheira” bem nos avisa de que há algo errado com um alimento ou até com uma situação.

Fechar os olhos é o primeiro passo para apurar este sentido. Depois, tente reconhecer os aromas ácidos, cítricos e doces presentes em diferentes flores, ervas, perfumes. E também vale “dar um cheiro”, como dizem os baianos, nas pessoas queridas.

Os perfumes são um dos grandes meios de comunicação entre os indivíduos. Quando escolhemos uma fragrãncia, buscamos um meio para transmitir nossa personalidade, sentimentos e intenções. As fragrâncias são assim, formas que utilizamos para sermos percebidos e notados através das sensações que causam.

Matérias Relacionadas