Louise L. Hay Ensina os Benefícios de Positivarmos Nossos Pensamentos

Resultado de imagem para a mente mente

Ouvi um dia dizerem que A MENTE MENTE
Vamos então cuidar do nosso Diálogo Interior? Das nossas palavras?

Com CALMA e respeito, permitir que NO TEMPO da vida nossos padrões mentais se alterem ao ponto de nos sentirmos sempre merecedores daquilo que nossa ALMA indica ser o MAIS DIGNO, GOSTOSO e satisfatório?

Para começar, leia esses trechos do livro “O Poder Dentro de Você”, Louise L. Hay, Círculo do Livro, São Paulo, 1995.

Todos os dias declare a você mesmo o que deseja da vida. Fale como se já o possuísse! – Louise L. Hay

Existem leis naturais, como a da gravidade e outras da física e química, cuja maioria sou incapaz de compreender. Mesmo assim, tiro partido delas.
No caso da eletricidade, por exemplo, não conheço suas leis, mas o importante é que, quando aperto o botão, a luz se acende. Existem também leis espirituais como a da causa e efeito, que diz: “Tudo aquilo que se faz volta“. Há, ainda, uma lei da mente que afirma que, quando pensamos ou dizemos alguma coisa, as palavras ou sentenças saem obedecendo a uma certa lei (não sei exatamente como ela funciona, mas é uma realidade) e voltam para nós sob a forma de uma experiência.
Atualmente, estamos começando a entender a relação entre o mental e o físico. Estamos aprendendo que os pensamentos têm o poder de criar e que devem ser moldados para que dêem origem a coisas boas. No entanto, como os pensamentos passam rápido demais pela mente, é muito difícil dar-lhes forma antes que surjam. A emissão de palavras, contudo, é bem mais vagarosa e podemos usá-la para moldar os pensamentos. Se começarmos a prestar atenção ao que dizemos, não permitindo que palavras negativas passem por nossos lábios, conseguiremos atingir melhor os pensamentos.
Existe um poder imenso nas palavras faladas, mas poucos de nós têm consciência dele.
As palavras devem ser consideradas os alicerces daquilo que construímos na vida. Usamos palavras o tempo todo e raramente pensamos no que dizemos e como falamos. Como prestamos pouca atenção à nossa escolha de palavras, a maioria de nós fala muito com negativas.

 

:: As palavras criam nossas experiências
Quando eu estava no primário, ensinaram-me gramática e aprendi a escolher as palavras de acordo com as regras da língua. Todavia, essas regras são muito variáveis e o que é adequado em uma determinada hora pode não o ser em outra.
Além disso, até mesmo a língua muda. Uma palavra que no passado era gíria pode se transformar em um termo de uso comum no presente. A gramática não leva em conta o significado real das palavras e o modo como elas podem afetar a vida de alguém.
Por outro lado, na escola ninguém me ensinou que aquilo que eu deixava sair sob a forma de palavras voltaria para mim sob a forma de experiências
Ninguém me ensinou que meus pensamentos tinham a capacidade de criar, que eles podiam literalmente moldar minha vida.
Claro que ouvi com bastante freqüência a frase: “Não faça aos outros o que não quer que lhe façam”, mas ela era apresentada de maneira a criar culpa, e não me foi ensinado seu verdadeiro sentido:
“Aquilo que você deixa sair acaba voltando”.

Ensinaram-me muitas coisas, mas ninguém me explicou que eu era digna de amor e merecia todo o bem. Ninguém me ensinou que a vida está sempre pronta a me apoiar.

 

Adri Alves

 

Comentários

4 ideias sobre “Louise L. Hay Ensina os Benefícios de Positivarmos Nossos Pensamentos

  1. Gosto muito dos textos de Louise Hay. São palavras que me tocam profundamente.

    Eloá Mamare
  2. Sábias palavras,nos levam para um momento de reflexão importante na escala evolutiva.

    João Paulo Rieth
  3. sabias,deliciosas,maravilhosas……………..D+ suas palavras me fizeram olhar o meu dia a dia,com muito mais prazer.obg

    ivone
  4. Estou completamente apaixonada por tudo que li!! Muito interessante.

    Ariadma pires Bicalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Matérias Relacionadas