Um Acorde de Luz, um Acorde de Som…

No ano de 1905, Albert Einstein provou que podemos quebrar a matéria em componentes menores e que, quando o fazemos, nós nos movemos para além do reino material e em um reino em que tudo é energia.

Esta é a Lei da Vibração, uma lei da natureza que diz que “nada está parado, tudo se move, cada coisa vibra”. Quanto mais baixa for a energia, mais lenta é a vibração, quanto maior a energia mais rápida a vibração.

A diferença entre as manifestações do físico, mental, emocional e espiritual resultam simplesmente a partir de diferentes níveis de energia vibracional, ou frequências. Assim, enquanto os sentimentos de medo, angústia e desespero vibram em uma freqüência muito baixa, os sentimentos de amor, alegria e gratidão vibram muito mais alto.

A unidade de medida mais comum para a frequência é a Hertz, que é um ciclo de vibração por segundo. Assim, uma freqüência de 460 Hz significa que há 460 ciclos de vibração que ocorrem a cada segundo.

Toda a matéria física é composta de vibração.
Dr. Max Planck

 

Hoje em dia, muitos cientistas estão reconhecendo que as moléculas do nosso corpo são efetivamente controladas por estas frequências energéticas. Em 1974, o Dr. Colin WF McClare, Ph.D, um Bio-físico da Universidade de Oxford, descobriu que as frequências de energia vibracional são quase cem vezes mais eficientes na transmissão de informação dentro de um sistema biológico (sinais físicos), tais como hormônios, neurotransmissores e outros fatores de crescimento.

Embora a maioria das frequências energéticas estejam fora do nosso alcance normal de percepção, todas podem ser percebidas como cores e sons.

Há sete cores em um arco-íris e sete notas da escala musical. Assim, a cor azul pode ser ouvida como a nota musical ré (D), se vibrar a 587Hz.

É muito interessante: se uma freqüência energética vibrar com rapidez suficiente, será percebida como cor de luz. 

Se quisermos converter o Som para a Luz, temos simplesmente que aumentar suas frequências quarenta oitavas. Assim, se um pianista pudesse pressionar as oitenta e oito teclas do teclado de um piano nesta frequência poderia criar um acorde de Luz, da mesma forma como pode criar um acorde de Som. Isso seria visto como cores de luz, pois estaria se movendo na velocidade da luz.

A base filosófica e científica para a Lei da Vibração pode ser encontrada na Física Quântica e na Teoria da Relatividade de Einstein. Energia está relacionada à matéria e à velocidade da luz. Esta é a famosa equação de Einstein: E = mc 2.

Quando duas frequências trabalham juntas, a menor se eleva para a maior. Este é o princípio da ressonância.

Considerando este princípio da ressonância, podemos aumentar a velocidade com que as moléculas do nosso corpo vibram, através de nossos pensamentos de Amor, Alegria e Gratidão – isso é aumentar a nossa Luz – elevando  nosso nível de consciência.

 

E, quanto mais a nossa consciência é elevada, mais espirituais nos tornamos.

 

Fonte: http://hiddenlighthouse.wordpress.com/

Comentários

4 ideias sobre “Um Acorde de Luz, um Acorde de Som…

  1. Adorei a informação sobre a frequencia de sons e cores, gostaria de me aprofundar mais nesse assunto…
    Qbrigado

    Ademir Antonio Fulber
  2. Um brilhante trabalho
    de uma informação até
    então a mim não despertada . grato.

    nicolskywladimir@gmail.com
  3. Fiquei aqui imaginando uma orquestra sinfônica e as cores quando tocados os instrumentos…que lindo!

    Kassandra Santini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Matérias Relacionadas